Ensino

Doutoramento em Bioenergia

Objetivos

A crescente procura de energia, simultânea com a crescente escassez de alguns combustíveis fósseis não renováveis e as preocupações ambientais resultantes da sua queima, têm conduzido à fixação de metas, progressivamente crescentes, de produção de energia a partir de fontes renováveis, por parte dos países que ratificaram o protocolo de Quioto. Deste modo, a procura de fontes de energia renováveis e o alargamento, em número e potência instalada, das centrais de produção de energias renováveis têm envolvido investimentos financeiros muito significativos quer na UE quer a nível nacional.

Neste âmbito, a produção de energia a partir de biomassa (florestal e dedicada) e de resíduos tem vindo a desempenhar um papel importante, ao nível das economias regional, nacional e europeia, nomeadamente a produção de biocombustíveis sólidos a partir de biomassa florestal ou biomassa dedicada, de combustíveis líquidos a partir de biomassa e resíduos e de biocombustíveis gasosos a partir de biomassa e resíduos, bem como as tecnologias da sua valorização térmica que tem tido, nos últimos anos, um papel fundamental na produção de vapor e energia elétrica, em diversos países europeus.

Prevê-se que os investimentos no setor da bioenergia continuem a crescer nos próximos anos, quer ao nível europeu quer ao nível nacional. O carácter interdisciplinar do Doutoramento assegura a aquisição de uma formação académica de alto nível na compreensão sistemática da área científica da Energia e Bioenergia:

  • Capacidade de identificar, analisar e avaliar as questões relacionadas com a produção de energia a partir de biomassa e resíduos;
  • Capacidade para conceber respostas, programar e implementar soluções inovadoras para a utilização dos produtos valorizáveis energeticamente, com base no desenvolvimento de investigação focada;
  • Capacidade para conceber, desenvolver e implementar metodologias apropriadas à valorização de materiais florestais, evolução dos ciclos biológicos, consequências das atividades exercidas e ocorrência de situações de risco;
  • Capacidade de propor respostas, programar e implementar soluções inovadoras nos processos de normalização e de certificação dos produtos e sistemas de produção e transformação de materiais valorizáveis do ponto de vista energético;
  • Capacidade para conceber, desenvolver e implementar metodologias apropriadas para o aperfeiçoamento das tecnologias de valorização energética da biomassa;
  • Capacidade para delinear, desenvolver e implementar metodologias de avaliação dos aspetos qualitativos dos processos de produção e distribuição de energia, obtida a partir de biomassa e resíduos energeticamente valorizáveis, no quadro de uma política ambiental e florestal;
  • Capacidade de desenvolver, integrar e divulgar os conhecimentos adquiridos e novos conceitos no contexto académico e/ou profissional e na promoção do progresso tecnológico, social ou cultural.

Organização

  1. Componente letiva, denominada Curso de doutoramento (60 ECTS);
  2. Componente não letiva, denominada Tese (120 ECTS);
  3. Poderão ser creditados na componente letiva, por atividades ou formação anterior, um máximo de 18 ECTS;
  4. A conclusão do curso de doutoramento confere o direito à atribuição de um Diploma de Estudos Avançados.

Plano curricular

O ciclo de estudos é composto por uma componente letiva, curso de doutoramento (60 ECTS), e uma componente não letiva, tese (120 ECTS), totalizando 180 ECTS.

Dos 180 ECTS, 153 são obtidos em unidades curriculares obrigatórias na área científica de Energia e Bioenergia. Os restantes 27 são obtidos em unidades curriculares de carácter opcional: 6 ECTS deverão ser obtidos na área científica de Energia e Bioenergia; 6 ECTS na área científica de Energia e Bioenergia ou na área cientifica de Energias Alternativas; 15 ECTS em regime de opção livre, através da realização de unidades curriculares de 3.º ciclo, lecionadas na FCT NOVA ou noutras instituições.

O plano de estudos do curso de doutoramento é definido para cada doutorando pela Comissão Científica do Doutoramento.

No ingresso, poderão ser creditadas unidades curriculares, por atividades ou formação anterior, até um máximo de 30% do número total de unidades curriculares que fazem parte da componente letiva (18 ECTS).

A conclusão do curso de doutoramento confere o direito à atribuição de um Diploma de Estudos Avançados.

 

Estrutura Curricular do Doutoramento em Bioenergia 

Curso de Doutoramento (60 ECTS)

1.º ano/1.º semestre

Unidades Curriculares

Área Científica

Créditos (ECTS)

Metodologias de Investigação

EB

3,0

Projeto de Tese I

EB

12,0

Opção livre 1

OL

6,0

Opção livre 2

OL

3,0

Opção condicionada1 

 

 

Produção de Biomassa para Energia

EB

6,0

Energias Alternativas

EA

6,0

Opções condicionadas– Realização de uma das unidades curriculares apresentadas. 

1.º ano/2.º semestre

Unidades Curriculares

 

Área Científica

Créditos (ECTS)

Seminário de Investigação

EB

3,0

Projeto de Tese II

EB

15,0

Opção livre 3

OL

6,0

Opção condicionada2 

 

 

Energia e Sustentabilidade Ambiental

EB

6,0

Processos de Produção de Energia

EB

6,0

Opções condicionadas– Realização de uma das unidades curriculares apresentadas. 

Tese em Energia e Bioenergia (120 ECTS) 

2.º e 3.º anos

Unidades Curriculares

 

Área Científica 

Créditos (ECTS)

Tese em Energia e Bioenergia

EB

120,0*

* A investigação e redacção da tese são efectuadas no 2.º e 3.º anos do doutoramento, períodos a que correspondem, respectivamente 60 e 60 ECTS.

PLANO CURRICULAR 

Saídas profissionais

  1. Formação de investigadores e profissionais altamente qualificados, em contextos de investigação ou a nível de aplicações técnicas e industriais.
  2. Habilitados para conceber e desenvolver atividades de investigação e desenvolvimento, e na identificação de oportunidades de negócio e desenvolvimento de projectos.
  3. Capacitados para a prestação de serviços de consultadoria e intervenção no mercado das indústrias e serviços, de produção e gestão de energia a partir de biomassa e resíduos,
  4. Capazes de integrarem equipas internacionais de reconhecido mérito, no setor público e privado, a nível nacional, europeu e mundial.

Horário de funcionamento

 

Regime tutorial

 

Propinas

Estudantes nacionais:

2 750 Euros/ anual (aguarda aprovação)

 

Estudantes internacionais:

2 750 Euros/ anual (aguarda aprovação)

Candidaturas 2021/22

3.ª Fase: 15 de dezembro a 4 de março 2022

Candidaturas 2022/23

1.ª Fase: 15 de fevereiro a 15 de julho

 

CANDIDATURAS

Doutoramento em Bioenergia